Com o avanço da vacinação contra covid-19 no Brasil, a doença causada pelo coronavírus deixou de ser a principal causa de morte no país desde a segunda quinzena de outubro, segundo dados dos cartórios de registro civil obtidos no portal da transparência da Arpen Brasil (Associação dos Registradores de Pessoas Naturais).

Como ocorria antes da pandemia de covid-19, as doenças cardiovasculares voltaram a ocupar o topo na lista das causas de morte dos brasileiros —a principal delas é o AVC (acidente vascular cerebral). Isso não ocorria desde o fim de abril de 2020.

Segundo dados dos cartórios, levando em conta as mortes ente 16 e 31 de outubro, as principais causas de morte por doença no país são:

AVC - 4.220 óbitos

Infarto - 4.176

Causas cardíacas inespecíficas - 4.107

Covid-19 - 3.605

O mais recente boletim da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), divulgado nesta semana, aponta que o país enfrenta um período de estabilidade da covid-19 em um patamar bem mais baixo.

"[Os números] mostram a estabilidade dos indicadores usados pelo Observatório Covid-19 da Fiocruz nas últimas cinco semanas, isto é, desde 10 de outubro", diz o documento. A média móvel de mortes por covid-19 foi de 260 na quarta-feira (17), segundo o consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte. A taxa superou os 3.000 óbitos por dia em março, durante a segunda onda da doença.

Deixe seu Comentário