Nesta segunda-feira, dia 29, o secretário estadual de saúde, Nésio Fernandes, se manifestou em uma rede social sobre o possível impacto da nova variante do coronavírus, Ômicron, no Espírito Santo.

Em sua publicação, começou destacando que o Estado tem, nesse momento da pandemia, uma queda de casos, óbitos e internações por covid-19.

Nésio afirmou que, por isso, será possível "abrir uma agenda de ampliação das atividades econômicas e sociais". Disse ainda que, neste cenário, "podemos ter festas de fim de ano e verão".

Segundo o secretário, a nova variante deverá se comportar de forma diferente em cada um dos países, e que esse comportamento será definido por dois fatores principais:

1- Exposição comunitária anterior à doença
2- Avanço da vacinação com duas e três doses

E reforçou: "Tudo vai depender principalmente do escape vacinal, se houver". Isso por que os especialistas ainda não conseguiram determinar se as vacinas em uso atualmente são ou não "suficientes" para proteger também contra a nova variante.

Foto: Reprodução/ Twitter
Fonte: Folha Vitória

Deixe seu Comentário